Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
Extinção do Planeta
Postado em 20/04/1994

As casas, depois de um dia ensolarado, bem que poderiam ser pintadas com uma tinta especial  fosforescente. Assim, refletiriam  ou iluminariam as ruas – todas noites - com a luz captada nos "nanoships" de energia. Nada de poste, nem fios, nem taxas de iluminação pública. E o melhor: os moleques que quebram lâmpadas, não  dariam prejuízos ao erário público. E os criminosos ficariam longe das cidades, sem direitos a serem manchetes nas TVs e jornais! Como acontece em "Acart" um planeta ainda desconhecido dos terráqueos. 


Se o Planeta Terra fosse mais evoluído espiritualmente, (sem atos governamentais decretando taxas, impostos, portarias, leis, que só "estressam" e condenam cidadãos), a sociedade seria cooperativa  – em harmonização e equilíbrio – promovendo os ajustes necessários contra a fome, devastação ambiental, desempregos, burocracia, falta de  e/ou violência urbana.  Mas inexiste tal passe de mágica! E algumas tecnologias estão reservadas aos Extra-Terrestres!



E para melhor das sortes, (... se não existisse o tal de inconsciente coletivo, que gera culpas pela ocorrência de guerras, ganâncias, crimes) a vida seria quase que perfeita!


Porém, acordados em meio a outro dia de atribulações pessoais, não importando se somos árabes, judeos, cristãos, ateus ou crentes em qualquer coisa, a vida planetária prossegue sua viagem cósmica. Todos fazem planos para o amanhã. Mas será que haverá um amanhã planetário comum ?  Será que sem alimentos, água, energia, empregos, moradias, as populações subsistirão às guerras, conflitos e às crises futuras entre países?


A morte ( ou extinção!) do Planeta Terra poderá ser evitada ? Inibida? Ou resolvida?  Ou, só seremos fatalistas escolhendo ou aguardando um eco-apocalipse global?



Certa vez num velório, dentre os habituais choros, abri – (ao acaso), - uma Bíblia, e li solenemente para os familiares: "A entrada e a saída da vida é igual para todos."   Houve um silêncio e a calma voltou a reinar no ambiente. Começava a consciência de que aquela pessoa entrava na transição do material para o espiritual. Este era o sentido! Uma sonolenta viagem ao mundo das energias.     E tudo é energia no Planeta!  A memética explica!



O que nos distingue, - (...se alguém acha que há distinções!)  - é o meio cultural, social, educacional, econômico, mental, espiritual, etc... que diferencia a  passagem de cada ser na vida terrena.  Mas o plano terreno inclui a percepção ou conhecimento de nossas forças mentais-espirituais.  Daí, precisarmos aprender a resolver ou aprender a trabalhar mais diretamente com os conflitos, em especial os com o do Meio Ambiente. Se tudo é energia, como ficam as (invisíveis) energias dos elementais nas árvores? Como ignorar, ocultar ou desistir de resolver nossas questões existenciais (Exemplo: água !)  planetárias coletivas?



Por mais que se exercite a sabedoria, ela não sobreviverá neste Planeta porque,  – tal como água e óleo – não se unem ou misturam com "alguns" que exercem o Poder.  O enganoso magnetismo do Poder exerce um fascínio!  E isto precisa ser trabalhado. Mesmo que a ação humana seja devastadora ao próprio "habitat" planetário, (... reconhecendo-se a ganância e  ignorância, somada a inoperância como fonte dos conflitos devastadores!) , precisamos das armas legais para este combate  de verdades contra "meias verdades".



A Ciência precisa da política!  Mas a política não subsistirá, nem sobreviverá sem a arte e ciência do conhecimento!  Eis a questão vital do Planeta Terra!  Sem tecnologias avançadas, não há modernidade!  E isto só os cientistas têm poder de realizar.     Como sobreviver? ...Sem florestas, rios e solos íntegros? Ou sem frutas, animais e peixes ou grãos que alimentam nossas cidades?   O caos poderá gerar ordem social? Sem ordem social teremos equilíbrio ambiental?                                             O ideal são projetos simples. E os projetos simples... são ideais!  Parece comida caseira, feita por nossos antepassados.   Pense global,  aja localmente. Pense local, aja globalmente... todos os dias.              



 

Dr. Gilnei Fróes -  médico-veterinário, gestor ambiental, ecólogo, amazonólogo e coordenador do Programa Internacional "SOS" Planeta Terra. Em 1990, indicado ao "The Rolex Awards" (Suíça) e ao "The Global 500 Awards (Kenia), por entidades de SC e RS. Premio de Jornalismo da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul, com o artigo "TAIM: Paralelo 33... ameaçado!"   Autor do livro "Dossiê da Amazônia".  Presidente do "Instituto Bering Fróes Eco Global".


 

ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Ponte Molhada - Cascavel
Cascavel - por Sergio Sanderson
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1664745 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação