Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
SOS Planeta Oil
Postado em 14/07/2010

SOS Planeta Oil


 





No dia 20 de abril eu estava em Cuiabá, MT. No Jornal da noite vi pela TV da explosão na plataforma Deepwater Horizon da empresa ?British Petroleum? (costa da Lousiana) no Golfo do México. Noticiava que onze (11) funcionários da empresa haviam desaparecido no acidente. Era o começo de uma amostra de tragédia planetária, localizada... no coração da fonte (e modelo) da energia vital de sua sustentabilidade econômica dos EUA!                                                         


Em tese, uma espécie de feitiço contra o feiticeiro do aquecimento global! 


 A estimativa de que, por dia, mais de um a dois milhões de litros de óleo se espalham no mar, é uma ameaça direta a economia do eco turismo de paraísos dos EUA, além de devastar (... de forma irreversível) os ecossistemas e habitat oceânico, ameaçando as industrias de pesca.  



Uma mega operação de tentativa de controle (com milhares de pessoas e bilhões de dólares) envolvendo robôs submarinos, produtos químicos dispersantes, barreiras de proteção, navios  ? em razão da falha dos mecanismos de prevenção e proteção ? é um prova da fragilidade e pobreza da economia perante a riqueza da ecologia. 


As experiências de funcionários do Ministério do Interior do EUA revelam que a contenção da tragédia pode demandar mais de 90 dias (se estimados em 25 mil barris de óleo/dia) serão 2,25 milhões de barris ou 94, 5 milhões de galões... contaminando, matando, poluindo, exterminando vidas marinhas. 


Nem o poderoso ?Departamento de Ciências da Terra e Atmosfera? que atua em parceria com a ?Administração Nacional Oceânica e Atmosfera? (NOOA), têm estimativas precisas desta hemorragia petrolífera. Assim, como vou emitir pareceres? ... se o verbo discordar é  super intransitivo e nem se conjuga com o prevenir? ... num mar de incertezas!



Mas cá entre nós: será que o índice ?Dow Jones? vale mais do que os peixes, corais e recifes, algas, água verdejante do oceano, aves e pingüins?  Nos anos 90, já fizera alertas de que flora e fauna marítima ( ...peixes, pássaros, mamíferos, répteis e anfíbios), estariam condenados a extinção, em caso de desastres com petróleo! Queria estar errado! Ser burro a ponto de não antever nada! Não pensar e pronto! Ser mais um exemplar da manada humana!  


Porém, sem ser órfão da Mãe Natureza, em oráculos cósmicos, mesmo no meio da poeira, fuligem e fumaça nossa de cada dia, não consigo ver um futuro límpido para a humanidade. Conheço muitos espécimes humanóides ameaçados de extinção que,(... se tivessem oportunidade!), dariam ótimas idéias à Prêmios Nobel. Legítimos Professores Pardais!..., perdidos no cotidiano do planeta Terra, mas livres de serem condenados como gananciosos poluidores que nada fazem pela ?vida do natureza? global e nem pela ?natureza da vida? dos seres ameaçados! 


Se demonstrativos de contas bancarias, muitos bancos econômicos precisam abrir as portas e cofres aos legítimos ecologistas que têm um ?capital intelectual? (Banco Ecológico) aplicado em projetos ambientais de interesse local e global. 


Na tentativa desesperada de soluções, usando diluentes da molécula de petróleo (... que são igualmente tóxicos à vida oceânica e perniciosos à cadeia alimentar) o crime vai culminar ampliando outros danos, comprometendo à própria sobrevivência humana. Que tipos de câncer vão advir? Que doenças metabólicas vão corromper as espécies marinhas sobreviventes? Em que laboratório de biotecnologia - em ?science park? - vamos pesquisar e analisar tais implicações futuras? Lá no Canadá? Ou nos States? 


A maneira catastrófica do vazamento, além de ser um filme de terror para a natureza, é uma tragicomédia que desafia a eco-tecnologia dos poderosos! 

?The End? já está escrito! Somos meros personagens coadjuvantes de um filme que já tivemos vários ?trailers?... mas, depois de tentarem de tudo, vamos lembrar que o ?mar vai virar sertão? ( ...um deserto de vidas; numa salgada lixeira aquática fétida!) e o ?sertão vai virar mar? (* levando a esperança dos nordestinos! )

Que destino! Mas os terráqueos não tem consciência de que é o Planeta Terra! Uma mera nave-casa-cósmica coletiva de seres viajantes... rumo a evolução espiritual de forma holística e ecumênica... reservada aos justos sobreviventes da apocalipse do petróleo!  


 Dr. Gilnei Fróes ? Coordenador do projeto ?SOS? Earth Planet

ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Cascavel - por Sergio Sanderson
Ponte Molhada - Cascavel
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1664838 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação