Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
A Sinfonia da Vida Amazônica
Postado em 20/02/1991

                  Da floresta flui a sonoridade de notas dissonantes, fusas, semi-fusas, colcheias, semi-colcheias comprovando a execução da vibrante Sinfonia da Natureza, nos infinitos palcos dos ecossistemas Amazônicos.  São interpretações de um afinado coral de aves, pássaros, quadrúpedes e insetos, num constante cantar, uivar, chiar, rosnar, grasnar, piar, fungar e berrar.


 


                O andamento musical é determinado pelo movimento ritmado das patas nas folhagens, das unhas nos galhos, dos focinhos no chão, dos bicos em cantigas.


                É um dinâmico movimento teatral, numa encenação de bichos com penas verdes, amarelas, azuis, pretas, vermelhas, branca e semi-tons especiais.


 


                Ainda neste sagrado manto vegetal se escondem onças, sucuris, cascavéis, patos selvagens, morcegos, tamanduás, ratões, araras, periquitos, tucanos, papagaios, macacos raros e milhares de espécies ameaçadas de extinção,... como muitas "tribos indígenas" e, na continuidade das devastações indiscriminadas e irresponsáveis,  até - atingir - toda raça humana. E a destruição das espécies ainda não catalogadas e nem estudadas? Até que ponto a Natureza resistirá à tantas agressões?  As próprias lendas, Iara, o Boto, a Currupira, o Boiúna, o Irapurú, não são folclores ameaçados?


 


                Num clorofílico labirinto com peixes raros, orquídeas lindas, vitórias régias, jacarés e piranhas, - que fascinam e dão medo – a vida prossegue equilibradamente.   São rios, ilhas, praias, canais, baias, restinga, manguezais, que fusionam água e nuvens, terra e céus, numa singular, faustosa e migratória paisagem Amazônica.


 


                Ossos e carcaças, espinhos, chifres e dentes, galhos e conchas marinhas constituem parte dos restos de vida orgânica, descrevendo e dimensionando a magnitude da constante "luta das espécies."


 


                As lentes fotográficas ou filmadoras são incapazes de fazer uma gravação tão criteriosa, quanto às impressões captadas pelos olhos do espírito. A alternância das águas e terras, em igapós e igarapés geram dúvidas, no significativo "ballet" destes elementos:  são as terras que mergulham na paisagem?  ... Ou as águas que se escoam e somem?   Estes não são muitos dos segredos, magias e mistérios guardados pela Confraria zôo-botânica do Amazonas?


 


                Há muito que se estudar, pesquisar e realizar de concreto pela preservação dos fascinantes ecossistemas Amazônicos.  Mas, será que a apocalíptica devastação continuará gananciosamente?  Isto não consagra um flagrante desrespeito à Constituição do Brasil e às Leis, Tratados  Internacionais promulgados e amparados em "Declarações"?    As coisas continuarão impunes até a morte do último bicho? ... Ou extinção do último tronco de árvore?


 


( Jornal  "A Opinião Pública" – Pelotas, RS.  20 / 02 /1991 )


 


Dr. Gilnei  Fróes Gestão Ambiental, Médico-veterinário, ecólogo, amazonólogo, coordenador do Programa  "SOS" Planeta Terra.  Em 1990, indicado ao "The Rolex Awards" (Suíça) e ao "The Global Awards 500" (Kenia) por entidades ambientais de SC e RS.  Premio de Jornalismo da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul, com o artigo "TAIM: Paralelo  33... ameaçado!" (Jornal da Manhã). Presidente do "Instituto Bering Fróes Eco Global". 


 Autor de projetos ambientais internacionais. 


   

ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Cascavel - por Sergio Sanderson
Ponte Molhada - Cascavel
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1751996 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação