Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
SOS Planeta Terra - Pesquisadores e Cientiestas
Postado em 05/05/2011
Ser brasileiro (ex-traficante de Pau Brasil) nos deixa sempre pensando! Há sempre algo de estranho esdrúxulo e preocupante no cotidiano, no ar. Sejam no trânsito, no supermercado, nas compras do shopping, no preço exorbitante das comunicações, e no monte de aberrações dos impostos, ou na falta de incentivos fiscais.

Além das lógicas oportunidades (...que somem das mãos e olhos dos visionários cientistas, pesquisadores, projetistas e inventores que existem, mas não são vistos pelos Governos), parece que tudo tem que ser re-inventado. A ?inovação da vida? depende da criatividade da ?vida da inovação?!

Há projetos maravilhosos, científicos, de interesse social - ecológico- econômico perambulado por gavetas de gente que tem ouvidos mas não ouve; tem olhos e não vê; tem pernas mas não anda e, alem de cargos públicos e cérebro para fazer suas contas de somar; e desconhecem o mais elementar sentido de futurismo tecnológico, para multiplicar possibilidades da sociedade.
Às vezes concordo comigo mesmo que somos a ?pátria do futuro?, mas logo acordo e penso que ninguém pensa pelo ?futuro da pátria?. A salvação é individual! E o egoísmo predomina! E tudo continua!

Um dia destes, numa viagem me indagaram sobre curriculum! Disse que joguei no lixo! Pois todo portador de diploma universitário, que tenha coragem de bater numa porta de Governo (seja local, Estadual ou Federal) para oferecer uma participação de parceria, deveria ter "no mínimo" o respeito de ser recebido com educação e agradecimento.  Pois, declaro que "mesmo com argumentos e lógica" sempre os autênticos cientistas parecem novos inteligentes vigaristas de filmes de Hollywood. Assim, usar óculos escuros é imperativo! E lembrar do gênio de Raul Seixas... diz tudo!

Via de regra, os olhares esbugalhados de indagação já faz com que se responda que em todo país há ilhas de desenvolvimento e os cientistas são náufragos que ? mesmo ?experts? em idéias raras ? com igual certeza vão se afogar num mar de incompetências; por estafa de encontrar gente sem imaginação e conhecimento;  por stress de ver tantos despreparados no poder; e que, por lógica do caminho da sobrevivência, vão abandonar o país, migrando para outros países que acordam para o garimpo eco-tecnológico.

Penso que o diploma de doutor é uma ferramenta, um instrumento de trabalho, uma chave para abertura de portas para as áreas de ciências, economia, ecologia, porém - na maioria dos casos ? transforma-se  em estranho e caríssimo objeto de decoração pendurado na parede de desempregados,  subempregados e de tantos gênios perdidos.  Esta ?falta de ética? profissional com os que antevêem a miserabilidade de tudo num futuro que viveremos a absurda ?ética da falta? de condições de sobrevivência humana, por falta de tudo!
É óbvio que vão faltar alimentos, habitações e condições ambientais! E as ruas serão fétidos depósitos lixos e de restos humanos, pois a saúde será privilégio de castas inteligentes.  Assim, a incubação de um futuro ameaçador, faz-nos repensar que as profecias de Nostradamus eram uma simples redação do imaginário de um menino de escola de freiras. O céu vai apodrecer com os rios e choverá aves e pássaros. Os colapsos e crises globais trarão ameaças produtivas locais de terrível escala global. E aqueles que pensaram soluções eco-eficiente, certamente não terão florestas para se esconder, pois as mudanças climáticas as exterminarão, dentre os restos de restos que muitos ainda acham que não faz falta!

As estatísticas e os censos são conflitantes com a realidade e as necessidades do país.  E o inchaço dos cursos universitários ? em cursos sem padrão - faz pensar que seremos eternos dependentes de tudo que vir do exterior, inclusive alimentos.  A falta de antevisão de C &T e inovações congêneres demonstram um integral desrespeito ? além de falta de educação ? para com os empresários que pensam e tentam fazer o melhor pela sociedade.  Porém, quando as ?leis da sobrevivência? calam a desordem social reinará em todo Planeta Terra, desafiando a ?sobrevivência das leis? mais elementares da espécie humana.

A Europa, - com todas as virtudes culturais ? enfrentará uma contagem regressiva por falta de água, alimentos e empregos, num revés econômico-ecológico sem precedentes! Os nossos alertas para ocorrência de desastres naturais - que há décadas sempre consideramos - foram contrariados, desconsiderados e a fome será uma estrada sem volta.

Mas vem ai, mais outro campeonato mundial. E a África precisa vencer! Estivemos com Guilherme Arantes que continua um compositor futurista: ...Terra, Planeta Água. E a sociedade não acorda de seu sonho consumista! Assim, aposto no meu Mapa da Devastação. Você dúvida?   

Dr. Gilnei Fróes -  médico-veterinário,
gestor ambiental, ecólogo, amazonólogo e coordenador do Programa
Internacional "SOS" Planeta Terra. Em 1990, indicado ao "The Rolex
Awards" (Suíça) e ao "The Global 500 Awards (Kenia), por entidades de SC
e RS. Premio de Jornalismo da Brigada Militar do Estado do Rio Grande
do Sul, com o artigo "TAIM: Paralelo 33... ameaçado!"   Autor do livro "Dossiê da Amazônia".  Presidente do "Instituto Bering Fróes Eco Global".

ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Ponte Molhada - Cascavel
Cascavel - por Sergio Sanderson
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1570252 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

+55 45 3227 7750

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação