Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
SOS Planeta Terra - 2012
Postado em 05/05/2011
Dois Mil e Doze (2012) é uma data milenar envolta por de mitos e incertezas. Mas porque 2012?   A resposta é complexa!  O ano de 2012 representa o final da Conta Longa realizada pela civilização ?Maia?. Seu término é um marco. Está previsto entre os dias 21 e 23 de Dezembro de 2012 d.C. Significa o final de um grande ciclo de um dos calendários mais perfeitos que existiram. Os Maias, - exímios astrônomos - definiram datas de eclipses que acontecem com exatidão nos dias atuais!

Acreditar ou não? Eis a questão!  Por isso, o que tem de ser dito, para que você forme sua opinião sobre o assunto, vai ser dito. Você tem o ?poder de acreditar? ou não ?acreditar no poder? das previsões Maias. Porém, mais que um calendário, os Maias tinham um sistema de calendários circulares cujo ciclo completo é de 52 anos solares e que sincronizava dois outros: o calendário Tzolk'in (de 260 dias) e o calendário Haab (de 365 dias e 1/5). O Calendário Maia prevê o final deste ciclo atual no ano de 2012, ( começado em 3113 a.C) quando? (...fica o mistério da coletânea de profecias! ) constituindo o início de nova era.

O intuito e o princípio dessa mensagem é gerar uma educação de respeito e conscientização do quanto somos insignificantes. E pior: como somos ridículos!  A raça (dita humana) destrói plantas, extermina florestas e espécies animais. Irracionalmente envenena e amplia a poluição dos mananciais ( rios, oceanos) e, por uma ganância que gera lucros econômicos para poucos e prejuízos ecológicos para todos.  Assim, como fazer uso do título de racionais, numa pseudo grandeza, perante outros cenários, e povos intergalácticos, nessa imensidão do Cosmos?

Nós somos finitos, pequenos e estúpidos!  A maioria mente para si e para os demais irmãos terráqueos. Comparativamente, somos menores do que grãos de areia no mar. Falta a percepção que ? todos os santos dias ? destruímos nosso habitat, planeta Terra. Consentimos com mentiras de mega projetos (ditos ambientais) conduzidos por vaidosos, impotentes para se olhar no espelho. E saibam: nadam em dinheiro e poder!  Mas não se deixa ninguém fazer o reto caminho que é preciso ser trilhado. Fazem sempre o mesmo discurso, e não têm "ao menos" meio por cento do conhecimento científico do pioneiro e querido ecologista Lutzenberguer.

Será que é nosso destino, consentir com tanta farsa? Por isso, pelo que se lê nos meios de comunicação "acreditar ou não acreditar... nem importa! Já estamos num palco planetário de desentendimento global entre pessoas, países, comunidades, religiões. O caos é total!  Hoje o velho "Lutz", como o conhecíamos, ficaria mudo de tanta perplexidade! E iríamos nadar e tomar banho nús no rio, antes que o aquecimento global a transforme em sopa de lixos e coliformes.

Olhando o Cosmo, comparativamente, percebo que nosso tempo de vida terrena é menor do que o das borboletas, que vivem cinco, seis, sete dias, no máximo. Às vezes vivem horas!  E são engolidas ( por aves, pássaros) pela cadeia alimentar ou viram peças de museu em coleções de estudantes de Agronomia.

Pra que falar de Marte, Netuno, Saturno e demais planetas na imensidão da Via Láctea, se são vitimas do caos galáctico?  Percebem, o quanto somos pequenos? Como o cósmico taxi planeta Terra vai suportar tanta gente? ...poluindo, ocupando espaços, devastando, comendo, sujando, envenenando, guerreando e com omissões de restauração ambiental e enganações?

Será que persistem as medievais idéias (...de que a Terra é quadrada?) de quem pensa diferente vai direto pro inferno? E o que dizer do inferno terrestre com sua anti-crucis de consumismo?  Assim, como aceitar que só há "vida inteligente", só nesta bola de gude que habitamos? Mas que vida inteligente é essa com gente tão medíocre, materialista e despreparada?  Indesculpável! Há tecnologias, mas zero educação!

Os terráqueos não são nada comunitários, a não ser na imposição das inesperadas desgraças das calamidades ambientais.  E muito menos cristãos!  Pois nenhum exemplo, discurso, artigo, livro ou idéias de Iniciados nos mistérios do mundo, mudaram os destinos coletivos de eco apocalipse a que estamos condenados. Prosseguimos sem alternativas ecológicas! Muitos discursos, fóruns, seminários, painéis, tratados, que não nos levam de nada à coisa alguma.

2012: Verdade?  Mentira? Hipóteses? Outra história de Deus?  E porque de Deus na História?
Afinal, aos amigos ateus, esclareço que o idioma português é o único, cuja palavra D?eu?S nos demonstra que no ?eu? de cada um há uma centelha cósmica da poeira divina. A questão é saber perceber, limpar as auras e mentes poluídas pela diversidade de idéias das palavras humanas, (na dúvida) antes de 2012.

Os oceanos de sangue, gerados por Guerras Santas, Guerras por Ideologias, Guerras por Petróleo, Guerras por Água, vão continuar, nas guerras urbanas da sobrevivência da própria espécie. Assim, vale lembrar o slogan ?Paz e Amor? dos anos sessenta, porque hoje faltam 1400 dias ? de dúvidas, mistérios, indagações, meditações, orações ou até risos ? para a chegada de 21 de dezembro de 2012.

Dr. Gilnei Fróes - (Escritor técnico-científico, Ecólogo, Médico-veterinário, Gestor Ambiental)    Em 1990 ? Premio de Jornalismo da Brigada Militar do Estado do RGS (com artigo: "TAIM: paralelo 33° ...ameaçado"  (Diário da Manhã ? Pelotas / RS);


Indicação
ao "The Rolex Awards 1990 (Genebra); e ao "The Global 500 Awards" (ONU /
Kenya) Autor de livros: como "Dossiê da Amazônia".  1° Premio do "I Latino Ambiental Awards". Presidente do "Instituto Bering Fróes Eco Global" .  Autor de projetos ambientais internacionais.


ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Ponte Molhada - Cascavel
Cascavel - por Sergio Sanderson
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1570371 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

+55 45 3227 7750

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação