Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
SOS Planeta Terra
Postado em 11/06/2010

SOS Planeta Terra


No passado a preocupação era de não se colocar uma laranja podre na caixa de frutas! Hoje, com a inversão de valores, é ao contrário: A caixa de frutas não permite que seja colocada uma laranja boa no meio das podres!  O ?status quo? misturado aos paradigmas que evoluem, determina que nenhuma mente brilhante pode apresentar soluções na poderosa caixa preta do poder.  Até agora não vi isso! Falta visão empresarial e de integração em ?parceria-publico-privada?, além de humildade & falta conhecimento!                                     

A raça humana só se une em futebol, carnaval.  E nos velórios ambientais (ou medo!) nas desgraças dos desastres naturais: tufões, chuvas e enchentes, terremotos e tsunamis.  As formigas e abelhas dão exemplos de solidariedade superior à raça humana!           

O planeta que vivemos é um "mix" de raças, idiomas, credos, constituído de pessoas que são um universo à parte.  E cada um é um mundo isolado do resto do Universo. Temos relações superficiais com os próprios semelhantes. Somos uma multidão de indivíduos isolados entre si, que precisam ser reconectados à natureza. Mas como religar as pessoas à natureza, se esta está cada vez mais distante de nós? E nós mais distantes da vida natural.  As cidades invadem as florestas, os manguezais! Assim, como repensar, agir e investir na pura e simples postura de cidadãos planetários?

Já sugeri a criação de uma ?Agenda 21 Pessoal?, - intransferível - mas nem nós conseguimos cumpri-la! Há décadas, vivo a rever nosso lugar como ?bicho-homem? na astronave Terra.  Mas parece que somos apenas homem-bicho!  Vorazes depredadores! E nada fraternal! Ninguém indaga o que precisamos?                                                                                                                                                                      Afinal: somos exilados da natureza? Fomos desterrados do paraíso terrestre? Vamos buscar respostas e soluções nos oráculos e profecias eco apocalípticas? A consciência do sagrado e puro abandonou os executivos e poderosos? Será que falta da "alma do negócio"  sustentável da preservação (de trilhões de dólares) se equivale aos valores do "negócio da alma" ? Os iniciados (Buda, Cristo) foram transmutados em rentáveis produtos de "marketing" religioso?                                                         

Aliás, o profeta Raul Seixas (...espero que erre essa sua bela profecia!) num trecho de  uma música, disse:   "... a Terra como um cachorro eu vejo, se ela não agüenta mais as "pulgas", se livra delas num sacolejo".  Ora, na Bíblia, outro maluco beleza, em ?Isaias 24? disse: "A Terra cambaleará como um bêbado",  e por ai vai. Busque. Leia.             

O conceito de "pegada ecológica" é o indicador das pressões que exercemos nos ecossistemas terrestres, aquáticos, etc., de forma global. E estamos - cada dia mais - perto dos limites da sobrevivência que, para mim, já se tornou rastro de "eco-tragédias": petróleo, minerações, guerras, barragens.  Se observarmos todas as declarações da ?ONU?, os painéis globais,  relatórios e teses, a pesquisa cientifica e as projeções de doutores de ONGs, dentre documentos, temos uma equação ecológico-econômica: impacto insolúvel.    

A raça humana não fala o mesmo idioma da Mãe-Natureza! Gaia-Terra!  Em razão de sermos eternos dependentes do mercado de capital, a economia dita todas as regras.  A ganância comanda o Planeta Terra. E estes indicadores vêm nos enganando há muitos anos.                Veja que nem é preciso entender nada de economia! Ao comprar litros de gasolina, pagamos além dos custos da sua produção, mil custos embutidos nos impostos: lá sobra dinheiro para as mudanças climáticas; para as chuvas ácidas; para os vazamentos e desastres ambientais; e até pagar os tratamentos de saúde pública das doenças respiratórias, ou dos que têm câncer, pelos fatores predisponentes que ficam na biosfera, (poeiras/ radiações) veiculados na poluição nossa de cada dia.                 

 Os impostos cobrem a desgraça global, mas não investem na C&TI de eco-solução para reverter o quadro de miséria ambiental global, contaminando nosso sangue. Aliás, podemos cogitar que o ?DNA? é a energia da parte quântica e sagrada da raça humana, que precisa ser lapidada para manifestar sua intenção pura? Você acredita que ?ETs? seriam loucos em resgatar este germe humano para poluir seus planetas distantes? Somos os vermes da galáxia! Somos autodestrutivos por natureza!  E fique pensando, em tudo que você deixou de fazer pela preservação da ?vida da natureza? que é a ?natureza da vida?! 


O Professor Omar Machado me perguntou: "Qual o nosso papel? Qual nossa importância? E quem vai nos deter antes do fim?"  Respondo: O fim do planeta Terra é que vai deter a ignorância, a ganância e inoperância da sociedade. Para a natureza não somos atores importantes! Pobres cientistas, ecologistas ou professores que tenham eco-solução avançadas e necessárias ao Planeta Terra e seus seres. 


Governos não estão preocupados com as lições e fatos de História e Filosofia. E, sem essas respostas, o colapso (da falta de água, energia, alimentos, etc., habitação) acontecerá. Tal como aconteceu no Planeta Marte! Mas a NASA esconde as "imagens da verdade" que revelam essa "verdade em imagens".  Indago: Porque é proibido ver e discutir essa história?  ... se já as vi com amigos pesquisadores privilegiados!


 


 Dr. Gilnei Fróes - Presidente do ?Instituto Bering Fróes Eco Global? ? www.ibfecoglobal.org


ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Cascavel - por Sergio Sanderson
Ponte Molhada - Cascavel
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1570265 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

+55 45 3227 7750

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação