Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
Você está aqui
SOS Planeta Terra -> Série Água
Série Água 9
Postado em 07/02/2006

Para o jornalista e escritor "Paulo Martins", vai um recado: Melhor do que "uísque 12 anos", é beber "água descongelada de iceberg 12 mil anos".   Água azul... prá lá de tão pura!   Tonificante para o espírito!  Fonte de inspiração dos poetas abstêmios!     


Com esta idade, este divino cubinho de gelo gigante desprendeu-se no mar.


Em março de 1998, a plataforma de gelo (Larsen B) de 200 quilômetros quadrados, rompeu-se e caiu no mar. Antes em 1995, o aquecimento global do Planeta já dera sinais de alerta. Rompera outra geleira de 1300 quilômetros quadrados.


 


Na realidade os oceanos são uma  espécie de recipiente ou útero da gênese. Hipóteses e teorias nos conduzem para um começo da vida nas águas. E, lamentável, o fim da vida no Planeta Terra, está ligado – infelizmente - ao extermínio dos recursos hídricos.


 


Sabemos que – para o materialismo - o valor é dado em função da raridade!  Mas, porque diamantes, inúteis à vida - custam uma fortuna? E a água, essencial à vida, não é valorizada? Nem protegida? Tratada com descaso?


 


Se todas formas de vida dependem da água... é interessante revelar para nossos amigos governantes, que a "água natural" – não é pura – pois envolve uma solução diluída de elementos dissolvidos do Planeta Terra, ou até precipitados da atmosfera. É o maior e melhor solvente da natureza. Até no "... lavar as mãos!"


 


E as chuvas que se precipitam no planeta, infiltram-se no solo atravessam um complexo de material orgânico, as raízes, as folhas em decomposição que integram o "húmus".  E prossegue dissolvendo minerais de rochas e dos solos interagindo com micro-organismos vivos – micróbios, fungos, vírus, bactérias – até atender a escala de vegetais, animais e seres humanos.


 


No estudos das águas, -  nos cursos Veterinária, Medicina, Agronomia, Nutrologia, Oceanologia, conhecemos mais os conceitos de hidrólise, reações de precipitação, absorção e trocas iônicas, oxidação e redução, trocas gasosas, e processos biológicos ( Respiração,  oxidação e redução, por exemplo!) onde a presença da água é uma exigência essencial.  Isto sem falar na água no Meio Ambiente. E "águas subterrâneas" que, agem como uma esponja, de forma absorvente. Que ingressa na sua composição a lixiviação do material da superfície, tornando-as mais vulneráveis aos crescentes e irresponsáveis fatores de poluição. (Ex: óleos, sabões)


 


Assim, percebe-se que há uma ação silenciosa sobre águas subterrâneas, mudando a qualidade e concentrações químicas, por lançamento de determinados aditivos, fertilizantes, herbicidas, pesticidas, tintas, produtos químicos, tóxicos e radioativos, de forma irreparável no Planeta Terra.


Para contrabalançar, há "novas doenças", como a presença de nitratos (íons) que chegam às águas (mesmo diluídos!) podendo inibir o transporte de oxigênio na corrente sanguínea, determinando a "Doença azul".  Ou alguns tipos de câncer.


 


Sabem de onde vêm os "nitratos"?  Dos lixos urbanos e industriais.  E tudo é drenado e se infiltra no chão, chegando aos lençóis freáticos.  Será que crescimento e desenvolvimento econômico são boas fontes de câncer?  Mas, e o problema de material orgânico que chegam aos oceanos?  Contaminações dos pescados por Nitrogênio?  Fósforo? Mercúrio? E demais metais pesados lançados – criminosamente – nos rios?


 


O principio das conseqüências, não está na conseqüência de "princípios"? De haver e aplicar leis, com rígida fiscalização?  A humanidade permite o desvirtuamento do Planeta e da  nossa única fonte de vida?


Assim, indagamos como está a qualidade das águas do "Aqüífero Guarani"? Puras? Em que região?  Salobras?  Comprometidas?  Ou, envenenadas?  ... como nosso futuro?


 


Dr. Gilnei Fróes - (Escritor técnico-científico, Ecólogo, Médico-veterinário, projetista ambiental)    Em 1990 – Premio de Jornalismo da Brigada Militar do Estado do RGS (com artigo: "TAIM: paralelo 33° ...ameaçado"  (Diário da Manhã – Pelotas / RS). Indicação ao "The Rolex Awards 1990 (Genebra); e ao "The Global 500 Awards" (ONU / Kenya) Autor do livro "Dossiê da Amazônia". Em 2004,  1° Premio do "I Latino Ambiental Awards". Presidente do "Instituto Bering Fróes Eco Global"

ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Ponte Molhada - Cascavel
Cascavel - por Sergio Sanderson
ARQUIVO SOS
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1240593 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

+55 45 3227 7750

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação