Estamos Concientes e determinados de que só a diversidade dos seres vivos, constitui a "essência da vida" e de nossa energia ou força coletiva. Nosso objetivos são mudança! E isso estamos fazendo, com nossos projetos, idéias, e objetivo planetário comum de atuar local e globalmente - desenvolver sem devastar -, reconhecendo a importância da união, solidariedade, verdade, trabalho.
O sonhado desenvolvimento sustentável!
MENU
MAIS LIDOS
EVENTOS
Diretoria do IBF Eco Global
Personalidades
Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste
I Fórum de Planejamento de Cascavel/PR
SOS PLANETA TERRA
Você está aqui
SOS Planeta Terra -> Série Água
Série Água 6
Postado em 07/02/2006

Na busca de novo "habitat", a raça humana foi alternando dietas e realizando as mudanças com adaptações do sistema digestivo e imunológico, na geração dos  diferentes tipos sanguíneos.    Mas, só a água era a panacéia na dieta humanóide.


 


Modernamente, a necessidade de "água" depende de gerenciamento, alocação, distribuição.  Domínio de Água limpa para saneamento, saúde, balneabilidade, cidades( favelas, centros urbanos, população), agricultura, industrias e serviços.


Todas as águas que se escoam para o mar estão degradadas por aluvião erodido, esgotos, poluição industrial, produtos químicos, excesso de nutrientes e algas. E assim, até a "dessalinização" pode ser – comprometida – tornando-se um processo dispendioso e insalubre.


 


Há números, estatísticas, pesquisas, mas em realidade, quais são os pontos mais críticos do Planeta?  Quais os países onde fome e sede serão dominantes? Que países são ricos em mananciais d’água?  E quais os países ricos que estão ficando pobres em água?  Guerras por "água", serão comuns no século 21? 


 


A recomendação pode ser: "simplesmente estranha" ou "estranhamente simples"?           Mas exige sensatez, disciplina, cultura e educação, adjetivos que se esvaem mais raros do que água, nas relações humanas. Nossa proposta é para amanhã, você se condicionar e elaborar sua "Agenda 21 Pessoal".  Experimente! Banhos mais rápidos. Escovar os dentes de torneira fechada, ou usando um copo d’água. Primeiro ensaboar, para depois lavar os pratos, xícaras, etc... na cozinha. Mas relativo uma cota d’água /de uso pessoa / dia, como será esta distribuição e cálculo?  (De acordo com o peso e altura da pessoa? / Atividades?  Criança? Adulto? Ou idosos? Etc?)


 


Em caráter experimental, realizamos estimativas. Um projeto de objetivo social e de disciplina.  Sem uso de inovação tecnológica, no controle programado do chuveiro, torneiras, etc..., utilizáveis noutra etapa 


Projeto: Cota /Uso d’água/ dia/ pessoa: 15 litros banho + 15 litros saneamento + 15 litros alimentos (em dia de sopa e/ ou feijão) + 5 litros água potável para beber pura ou sucos, cafés ou chimarrão. (Estação de verão)  Tudo parece certinho!


Puxa!  Está tudo muito bonito.  Mas como fica lavar o carro?  Ou aquele banho de mangueira das crianças, na hora de lavar as calçadas?  Bah!   E o banho dos nossos   cinco (5) cachorros "pastores"?  E a água da piscina?  Puxa!  Esqueci do jardim?  E a grama? (...que se vire sozinha!)  Que espere uma chuvazinha!    Depois, para que lavar os pisos e vidros da casa?  Não estamos de economia?  E a visita dos parentes, que ainda arrumam uma diarréia?  Viva o Brasil!   O projeto ficou na gaveta dos sonhos.   É melhor assim!  Para que pagamos políticos para pensarem por nós?  


 


Esqueçam tudo!  Eu estava sonhando!  Quero uma  "água extra"  para ficar de molho na banheira!  Pensando como "Arquimedes", que esbanjava água na banheira só para pensar!    Eureka!    Eureka!     Para que pensar e falar sério? 


O Planeta está murchando?  Secando?  Ou torrando?   Um copo d’água, por favor!   


 


Dr. Gilnei Fróes - (Escritor técnico-científico, Ecólogo, Médico-veterinário, projetista ambiental)    Em 1990 – Premio de Jornalismo da Brigada Militar do Estado do RGS (com artigo: "TAIM: paralelo 33° ...ameaçado"  (Diário da Manhã – Pelotas / RS). Indicação ao "The Rolex Awards 1990 (Genebra); e ao "The Global 500 Awards" (ONU / Kenya) Autor do livro  "Dossiê da Amazônia".  Em 2004, 1° Premio do "I Latino Ambiental Awards". Presidente do "Instituto Bering Fróes Eco Global" . 

ENQUETE
A Amazônia corre risco de extinção?
Sim
Não
Pouco
Nunca acabará
WEB RÁDIOS
ECO GALERIAS
Cascavel - por Sergio Sanderson
Ponte Molhada - Cascavel
ARQUIVO SOS
NASA earth observatory
ÁREA RESTRITA

Informe a senha para acesso

ENTRAR

 
1308136 visitas.

R.Amazonas, 477 A

Cascavel | São Cristóvão

gilnei@ibfecoglobal.org

+55 45 3227 7750

<a href="http://www.pevermelho.art.br">Pé Vermelho Comunicação</a> PeVermelho.art.br Waldemar Lutinski Rafael Lutinski Luis Carlos de Brito desenvolvido por Pé Vermelho Comunicação